Decente namoro

Hoje, namoro uma pessoa que também é pai de uma criança da idade do meu filho. Ñ estou em busca de alguém que substitua a figura paterna, pois, meu filho tem a sorte de ter um pai excelente. Mas, sou nova e tenho todo o direito de refazer minha vida ao lado de um homem bom. Na minha situação, para entrar na minha vida, é fundamental que ... Após ser pega no flagra, Joelma anuncia fim do namoro com empresário “Não estar no mesmo lugar que seu coração é nunca estar em casa” QUANDO VOCÊ PAROU DE FREQUENTAR O MEU CORPO; O amor tem muito mais a ver com aceitar os erros do que amar as qualidades; 13 posições pra todo mundo se divertir na hora do sexo Tenho quase 20 anos Kenrick, nunca tive um namoro descente. na verdade nunca tive um namoro… Desde pequena quando perdi o meu primeiro cachorro eu sabia que a vida toda seria assim: ter coisas e perdê-las… Eu não sei cuidar das minhas coisas, eu mal sei cuidar de mim. Gabriela Sousa O aniversário de namoro de vocês é como um feriado bônus e vocês o esperam ansiosamente. Já arrotaram um(a) na frente do(a) outro(a). Já arrotaram um(a) na frente do(a) outro(a). ... O que era pra ser uma forma de atrair homens interessantes, gentis e cavalheiros, acaba atraindo os caras mais malandros do universo; afinal, ele só precisa fazer uma coisa pra conseguir sexo, ou seja, pedir a garota em namoro. Assim que ela aceitar, ele transa e em poucos dias ele termina o relacionamento com uma desculpa qualquer e desaparece. Nos dias de hoje é muito difícil encontrarmos respeito e temor a Deus. Grupo namoro decente é para você jovem que valoriza os ensinamentos e o respeito aos bons costumes. Moças e rapazes evangélicos decentes se encontram para conversar, congregar, namorar decentemente, casar e constituir família. Como Conseguir uma Namorada. Você pode até achar que conseguir uma namorada é uma tarefa hercúlea, mas não é bem assim! Não desista. Comece por conhecer mais garotas em grupos de estudos, eventos e por meio de seus amigos. Em seguida, seja... Tenho quase 20 anos Kenrick, nunca tive um namoro descente. na verdade nunca tive um namoro… Desde pequena quando perdi o meu primeiro cachorro eu sabia que a vida toda seria assim: ter coisas e perdê-las… Eu não sei cuidar das minhas coisas, eu mal sei cuidar de mim. Ele um pau de 10cm mas é muito grosso, toda vez que nos transamos eu gozo e ele acha que eu to mentindo pra ele, ele acha que eu to com pena dele por que o penis dele é pequeno. mas eu não me importo com o tamanho o importante pra mim é a grossura, eu ja disse isso pra ele mas ele não acredita, agora toda vez que vamos transar ele quer que eu fique por baixo com as pernas lá no alto, eu ... Site e Aplicativo de encontros , bate papo, amizades, Chat gratuito com solteira(o)s online e até sexo sem compromisso em , Rio de Janeiro Mulher entre 25 a 35 anos e mais...' atenciosa e carente', Mulher entre 25 a 35 anos

ENCONTRE MULHERES CASADAS, PORÉM CARENTES ESTA NOITE

2020.07.16 16:28 fobygrassman ENCONTRE MULHERES CASADAS, PORÉM CARENTES ESTA NOITE

ENCONTRE MULHERES CASADAS, PORÉM CARENTES ESTA NOITE Descubra como acessar e conhecer mulheres casadas porém carentes em apenas 10 minutos
Casadas Carentes: As 5 melhores maneiras de conhecer casadas carentes em menos de 2 horas Escrito por uma dona de casa traidora real.
Casadas carentes são mulheres presas em relacionamentos de longo prazo não satisfeitas com o atual companheiro. O marido não a dá a atenção que ela merece, não a faz se sentir sexy, desejada, ou como um dia a fez sentir. Ela carece afeto, tesão, ou mimos. Elas sentem falta destas coisas, e tem desejos de procurar homens que ajudem a satisfazer estas necessidades para ela.
O QUE FAZ UMA MULHER CASADA SER CARENTE?
Há vários fatores que levam ao sentimento de carência de mulheres que conseguiram se manter em relacionamentos por tempos prolongados. Alguns destes fatores são:
• Vida sexual insatisfatória, onde não há tesão ou paixão. O marido não se preocupa com o que a mulher sente, só pensa em si, sem romance, sem preliminares, e sem posições diferentes. Parece um ato que tem como finalidade apenas fazer o marido se satisfazer, depois virar para o lado e dormir. • O homem não parece mais ter tempo para a esposa. Trabalha muito, chega em casa tarde, e está cansado demais para qualquer coisa nova, diferente ou divertida. Arruma tempo para jogar futebol com os amigos no final de semana, vai a bares com os colegas depois do serviço e chega em casa tarde e vai direto para a cama. A mulher não se sente mais importante.
• Não é tratada bem pelo marido. Não é apenas deixada de lado, mas ainda é ofendida por certas atitudes do marido. Ele briga, xinga e a ofende. Não a respeita, como deveria, e ela sente aquela vontade de sentir aquilo que um dia ele ofereceu: carinho e afeto.
• Ela quer novidade. Ela ficou com o mesmo homem por muito tempo, e já sabe tudo que ele faz e vai fazer. Na cama é tudo rotina, o beijo é sempre o mesmo, a cama é sempre a mesma, as personalidades são sempre as mesmas. Ela só quer sentir alguma coisa diferente depois de tantos anos, precisa de algo que a lembre que está viva.
COMO CONHECER CASADAS CARENTES?
Agora que você sabe como casadas carente se sintam, você deve estar se perguntando como conseguir encontrar uma, para a ajudar a satisfazer suas necessidades. Será que há algum lugar onde elas ficam mais concentradas, dispostas a serem abordadas por um estranho? Será que dá para encontrar alguma em algum bar pela cidade, pronta para ser conquistada? Boa sorte, mas isto vai ser difícil desta maneira.
Mulheres nesta situação, mesmo que carentes e com vontade de experimentar coisas novas, ela não quer se colocar em posições comprometedoras ou em risco de ser pega ou descoberta pelo seus maridos. Elas geralmente são mais tímidas, e não teriam tanta coragem, pois são mulheres que geralmente estão em relacionamentos com mais de 5 anos, e está fora do jogo de namoro há muito.
Mas vamos dizer que ela tivesse a coragem de ir na cidade e ir para algum bar, para ver se algum homem a abordasse. Como você distinguiria uma casada carente e uma que simplesmente quer se divertir no bar com as amigas, ou apenas beber. É muito risco para você como um homem abordar uma mulher de aliança.
Existe um local perfeito para encontrar casadas carentes: Ashley Madison. Site reconhecido internacionalmente como melhor ferramenta de traição.
ASHLEY MADISON
O que a Ashley Madison oferece que outras alternativas não oferecem para encontrar casadas carentes? Será que casadas carentes realmente usariam um site deste?
A Ashley Madison é uma gigante no oferecimento de oportunidades para traição. Já reuniu mais de 50 milhões de usuários em todo mundo, um dos sites mais populares do mundo. Isto não é só no mundo, no Brasil também tem uma presença muito grande, chegando a quase 2 milhões de usuários, esperando outros 1 milhão até 2020.
Tem duas coisas que a Ashley Madison oferece que garante a vinda de casadas carentes. Primeiramente é a discrição. Como foi explicado anteriormente, mulheres nesta posição não querem ser colocadas em situações comprometedoras, nem em risco desnecessário. A Ashley Madison tem múltiplas ferramentas inovadoras que oferecem uma discrição garantida como: não precisar confirmar seu e-mail no cadastro, assistente de fotos patenteado que permite borrar fotos públicas, permitindo a visualização de uma galeria privada a apenas pessoas que elas concederem acesso, podendo ser revogado a qualquer momento.
Outra coisa muito atraente a mulheres é o custo para elas. A Ashley Madison concede acesso gratuito às mulheres. Elas tem acesso a toda função do site, sem ter que pagar. É óbvio que isso chamaria a atenção de casadas carentes. Elas não teriam que justificar gastos a seus maridos posteriormente.
DICAS PARA CONHECER CASADAS CARENTES NA ASHLEY MADISON
Segue as seguintes dicas, e você vai se ver encontrando múltiplas mulheres desejando atenção ou outras coisas que você pode oferecer a elas.
  1. Inscreva-se! Uma ferramenta reconhecido pelo mundo todo como forma eficiente de encontrar parceiros para traição. Junte-se a Ashley Madison e tenha acesso a uma multidão de mulheres casadas e carentes.
  2. Navegue pelo site, e por todas as mulheres no site, procurando alguma que te interesse. Veja o perfil dela e inicie uma conversa, de forma adequada, gentil e cavaleira. Não seja agressivo, nem estranho, nem genérico. Deixe claro suas intenções e a dá a atenção que ela carece. Preste atenção no que ela diz e o que ela deseja, e a partir das reações dela, vê como pode prosseguir. Se quiser deixar a conversa mais sexual, tenha moderação. Não comece de forma sexual, vai elevando o calor da conversa de forma gradual, sempre levando em consideração a reação dela.
  3. Monte um perfil decente. Dedique bastante tempo a seu perfil, ele será uma das primeiras impressões dela de você. Quanto mais tempo e atenção der ao seu perfil, maior a chance de casadas carentes se interessarem em você.
Agora que você sabe como encontrar e conhecer mulheres casadas carentes perto de você, entra na Ashley Madison e encontre uma em até 10 minutos!
submitted by fobygrassman to casadas_traindo [link] [comments]


2020.07.06 06:08 Dinossaubrina Sou a babaca por querer terminar meu namoro (ou não)?

Bom, vocês podem estar bem confusos por causa do título, mas a situação é o seguinte: namoro com meu namorado (vou chamar ele de Rodolfo) a 6 meses e no momento ele está internado numa clínica de reabilitação. Antes que o ponto principal da história comece, acho justo dar a vocês um contexto geral sobre o nosso relacionamento, ok?
É uma longa história, mas resumindo, ele fuma maconhss já faz uns 4 anos mas ultimamente ele tinha um comportamento agressivo, então um certo evento (explico daqui a pouco) foi a gota d'água para a família dele, que o colocou lá( ele já está lá fazem 3 meses)
Em geral sempre somos muito carinhosos um com o outro e extremamente preocupados com o bem estar dos dois. Quando brigávamos, sempre conversávamos sobre o assunto com muita calma e carinho. Nunca tivemos problemas muito grandes além de ciúmes e inseguranças da minha parte. Sempre fomos muito abertos sobre tudo da nossa vida antes do outro e como queríamos que fosse o nosso futuro.
Tudo começou com uma dm que eu vi no Messenger dele - no aniversário dele - com um menino, onde estava escrito "apaga as mensagens para a sua namorada não encher o saco". Na conversa eles trocavam ideias, fotos sensuais e muitos elogios. Conversamos sobre o assunto, ele me disse que não tinha a intenção de realmente flertar com ele, apesar de ter revelado alguns fatos sobre o corpo dele e ter mandado algumas fotos dele, isso além dos elogios entre eles, mas no final das contas conversamos como sempre fizemos e acertamos tudo, mas do mesmo jeito é um assunto que causou certo abalo na relação.
Um tempo depois, minha cunhada achou um body escondido no guarda-roupa dele e do irmão, não era de ninguém que conhecíamos e muito menos nosso. Meu cunhado dizia que não era dele, nem meu namorado.. ele ainda me disse que se eu quisesse insistir naquela tecla, apesar dele já ter dito que não era dele nem sequer sabia do body, ele iria a fundo comigo naquela história, mas acabou que por querer evitar brigas entre ele e o irmão, preferi deixar essa história pra la.
Ele foi expulso de casa e veio procurar abrigo na minha quarentena correndo solta de mãos dadas com o coronga e foi quando ele entrou numa briga com meu irmão (que nem sequer mora comigo) e no meio disso tudo sofri uma agressão do meu irmão (quebrei meu quadril e rompi um ligamento, mas até aí tá tudo bem) . O fato de Rodolfinho ter me defendido ao ponto de sair na mão com meu irmão foi o auge para a família dele, que decidiu colocá-lo na clinica mesmo sendo o pior pesadelo dele. Foi um grito de socorro pra eles Mais tarde descobri pela mãe dele que ele estava sendo extremamente agressivo com a família, que quebrava coisas dentro de casa, que ele gritava o tempo todo com eles e ainda mais que talvez eu ainda não saiba. Realmente me parecia uma pessoa completamente diferente do Rodolfo que eu conhecia, aquela pessoa calma e tranquila que resolvia tudo na conversa e no carinho comigo. Dei a minha palavra a ele que eu estaria lá pra ajudá-lo a passar por essa fase difícil que seria a reabilitação, e que não desistiria dele, já que o amo e ele faria o mesmo por mim.
isso tudo foi contexto, agora vamos para a parte real da história, que é o que tenho a duvida se estou sendo babaca em pedir o término, ou não***
Infelizmente ele não se conforma que lá ele não pode fazer o que ele "gosta" que seria fumar, beber, etc. Nisso ele misturou alcool gel com suco, e tomou.. Obviamente que isso gerou uma punição de duas semanas sem contato externo (ligação pra família) e o moço que cuida dele me disse que o fato de eu estar indo lá pra falar com ele, estava sendo uma distração, que ele estava muito acomodado com a situação onde ele se encontrava. Todo esse "evento" me deixou extremamente irritada, pelo fato dele já estar lá a 3 meses, achávamos que ele já teria entendido que ele teria de parar com tudo aquilo sabe?
Todos me dizem que nossa relação não tem futuro, que ele nunca vai mudar, que é uma pessoa problemática e que isso não vai me ajudar em nada. Isso me gera muita dúvida, afinal ouvir isso de basicamente todas as pessoas que você leva a opinião em consideração.. Mexe com a sua cabeça
Meus pensamentos se divide entre "devo terminar por estar pensando sobre o meu futuro e no que será bom pra mim, mesmo que me machuque profundamente e talvez atrapalhe todo o processo de recuperação dele" e "devo ser leal a minha palavra, ajudar ele a se recuperar como prometi e honrar meu sentimento continuando com esse namoro, mesmo escutando tudo isso de todos"
Detalhe, tenho 17 anos e ele 18.. Tínhamos planos de morarmos juntos na metade do ano que vem numa casa do meu avô em Praia Grande, já estava tudo encaminhado, até que a pandemia e a quarentena nos pegou de surpresa além de todo o fato clínica e briga daqui de casa. A mãe dele deixou bem claro que nos ajudaria no que fosse possível, já que na visão dela eu sou uma influência positiva na vida dele e sendo basicamente a única pessoa que ele escuta, eu "manteria ele em controle"
Sempre tivemos um espaço amplo pra podermos conversar, antes mesmo de namoramos, costumávamos sentar e conversar sobre cada passo. Até costumávamos a brincar que mesmo que algum dia ocorra um término, voltaríamos um pro outro de qualquer jeito. Estou muito indecisa e não tenho como conversar com ele devidamente até que ele saia de lá, eu jamais conseguiria ter uma conversa decente com apenas 15minutos de ligação em um dia da semana, que divido com a mãe dele aliás..
Realmente amo muito ele e vejo sim meu futuro ao lado dele, mas com tantas opiniões de pessoas que me importo tanto, me fazem ter dúvidas enormes, não sobre meu sentimento, mas o estado e o rumo da nossa relação
Agora o questionamento é: vou estar sendo babaca por sequer pensar em terminar ou se pedir o término? ou devo continuar o relacionamento e esperar mais 4 meses nessa pilha de pensamentos até podermos sentar e conversar sobre o assunto? .
(porfavor não tentem me dar qualquer visão positiva na questão do meu irmão, já que desejo que ele apodreça no fundo do fogo do inferno)
pequeno detalhe, ele tem duas ligações por semana de 15 minutos, caso eu terminasse com ele agora, seria ou por ligação ou por carta que eu entregaria para a mãe dele e ela levaria lá quando fosse levar itens básicos pra ele e tals
Peço mil desculpas pelo texto enorme e talvez pela falta de nexo, mas não durmo bem já faz algumas semanas graças a essa indecisão, amo vocês e ajuda é bem vinda <3
submitted by Dinossaubrina to TurmaFeira [link] [comments]


2020.07.01 05:11 Oshi_neah Fui babaca por tentar dar uma lição de moral no meu ex? (MINHA PRIMEIRA VEZ AQUI, UHUUUL)

Olá Lubinha, esforçados editores, Espírito Santo já que o possível convidado nunca está conosco, lindas gatas, finados papelotes e turma que está a ler.
Essa história tem quase 1 ano e basicamente ela é sobre o término do meu webnamoro. Se preparem, talvez vai ser longa. Pode me chamar de Carls, Luba. Eu ficaria feliz kkkjj (manda um beijo pro Espírito Santo-ES se ler essa história por favor menorquetreix ❤
Bah ahã, eu namorei um boy virtualmente por 1a e 10 meses (vou chamar ele de Zarls pra ficar legalzinho) e terminei por que o namoro já tinha ficado cansativo, eu não estava mais gostando dele e ele não parecia estar mais interessado em mim, tivemos muitas brigas durante o relacionamento principalmente por causa de ciúmes de ambas as partes (namorar a distância é muito pior em relação a ciúmes, e eu achava um saco ter que lidar com isso) e ele estava há um tempo falando bastante de uma outra garota que ele tinha conhecido na escola e eu desconfiava que ele estava me traindo com ela (PS: fiquei sabendo que o Zarls ficou com essa garota assim que eu terminei com ele, pois é) ele dava muitas desculpas pra não ficar mais comigo, não gostava de jogar comigo e nem dava sugestões de novas coisas que pudéssemos fazer juntos, mesmo distantes, não se esforçava pra gostar de nenhuma das coisas que eu gostava apesar de eu começar a gostar de muitas coisas por causa dele e pra ter assunto pra falar com ele, além de que em tudo o que a gente discutia, ele sempre tentava se sair por cima querendo ser melhor doq eu em tudo e isso me deixa extremamente irritada.
Bom, depois do nosso término nós acabamos não rompendo 100% do nosso contato pq nós estávamos no mesmo grupo de amigos do Facebook e eu não queria me desfazer de todos eles por causa de um namoro rompido, e sempre que eu ia dizer alguma coisa ele tentava me mandar uma indireta dizendo algo relacionado a mim que ele não gostava quando estávamos juntos, quando eu desabafava por estar triste ele se metia dizendo coisas como o típico Nice People "Ain, está com depressão? Apenas fique feliz! Apenas supere!" (tive depressão antes de estar com Zarls e depois ainda tive depressão por bastante tempo e ele sabia disso e me ajudou bastante algumas vezes, isso ainda vai ser relevante), fiquei muito nervosa com essas coisas e dei uns cortes nele até que ele me bloqueou e saiu do tal grupo que tínhamos com esses amigos, nesse meio tempo eu acabei reclamando muito dele com esses amigos, disse que ele tinha sido hipócrita comigo e que eu não aguentava mais lembrar dele, até que cheguei em um pico de raiva e disse que na verdade, preferia que ele estivesse morto (sei que fui muito cruel dizendo isso, mas não acabou por aqui) Algum tempo depois, uma página de LoL (nos jogavamos muito LoL juntos) anunciou que criaria vários grupos separados no Whatsapp para os fãs da pagina (se não me engano eram 5 grupos) e eu fiquei super animada em participar pq gosto de conversar com pessoas diferentes sobre coisas que eu gosto muito. Lembrando que tinham 5 grupos nessa página, e existiam mais 4 opções além da minha pra ele entrar e ficar lá com diferentes tipos de pessoas, mas adivinha em qual grupo ele entrou?
Exatamente
NO MESMO QUE EU!!
Eu reconheci ele pelo número de telefone dele (detalhe: dois anos de namoro e ele não tinha decorado meu número KKKKKKKKKKKK)
Ele não sabia que eu tava no mesmo grupo que ele, pq como eu disse ele não tinha gravado o meu número no celular dele, porém assim que eu percebi que ele estava no mesmo grupo que eu, eu quis sair de lá, porém eu percebi que no meio das mensagens que ele mandou, ele estava reclamando de uma ex, e até aquele momento a única ex que eu sabia que ele tinha era eu, e quando fui ler ele realmente estava reclamando de mim, e além de estar reclamando ele estava MENTINDO SOBRE MIM E ME FAZENDO PARECER A EX LOUCA E SURTADA QUE ABUSOU DO INCRÍVEL PSICOLÓGICO DE MERDA DELE. Eu fiquei enojada e não acreditei que ele tava falando coisas tão ruins do nosso relacionamento, eu me desdobrei tempo inumeras vezes pra tentar fazer ele feliz e se sentir melhor mesmo que meu emocional estivesse pior ainda, já que na época eu tive depressão e até mesmo me automultilava pra tentar resistir a dor que eu sentia) No meio das conversas ele disse que eu era IDIOTA E TROUXA por ter comprado 2 skins no LoL de presente pra ele, o que custou uns 60 reais do meu bolso e ficou se exibindo por ter ganhado de mim skins bonitas e de patente alta no jogo (ele nunca me deu um único presente em dinheiro, nunca comprou nada pra mim e eu nunca cobrei isso dele pq dizia que o importante não eram presentes caros e sim oq ele sentia por mim, oq pelo que eu vi era um sentimento falso). Nesse momento, eu fingi que não era a ex dele e que só era uma pessoa ali no meio e entrei no meio da conversa, tentando ao máximo não atacar ele pq eu já tava PUTA de raiva, mas sabia que atacar e xingar ele não resolveria nada, então só disse que não achava saudável as pessoas atacarem outras e chamarem elas daquela forma, principalmente se essa pessoa era uma ex e tinha feito parte da vida dele, que ele deveria ter um pouco de respeito pelo que a pessoa tinha representado pra ele. Pois bem, o Zarls TIROU ONDA doq eu disse e afirmou que a ex dele era só uma louca que sentia ciúmes sem motivo dele com a amiga lésbica dele (eu realmente senti ciúmes dele com a melhor amiga dele, apesar de ela ser lésbica, mas não era pq eu achava que ele ia me trair com ela, e sim pq quando ele estava com ela, ele não me dava atenção NENHUMA, NEM UM PINGO, ZERO, UM VÁCUO DE ATENÇÃO, e isso não aconteceu uma ou duas vezes, acontecia direto, eu reclamava com ele, ele dizia que ia mudar mas nunca mudava) aí eu tinha ficado nervosa, perguntei se "a ex" dele tinha algum problema psicológico pra sentir ciúmes compulsivos dele (pq foi oq ele disse que eu sentia, aiai) aí ele só disse que ela só tinha depressão (pelo menos uma verdade), e eu falei me vitimizando um pouco, isso eu confesso, que talvez ele não tinha tratado ela como deveria, já que ela tinha depressão os sentimentos dela nunca seriam 100% normais pq existia muita insegurança e coisas do tipo, e disse que se ele tivesse oportunidade de conversar com "ela", seria bom que ele pedisse desculpas pra ela, pq se "eles" tinham terminado, claramente a culpa não era só dela, e sim dele também (não tiro de mim a culpa pelo meu relacionamento ter dado errado, sei que cometi erros também, mas eu sempre me esforçava pra mudar eles, coisa que eu nunca vi ele fazendo) e mandei ele ter mais respeito pelas pessoas e parar de falar mal de ex'es dele na internet no meio de um monte de desconhecidos que provavelmente nem conheciam ela, pq isso era falta de respeito e que o relacionamento era uma coisa que ele tinha que resolver pessoalmente com ela, e não ficar explanando a vida dela pra gente desconhecida. Pois bem, uns 10 minutos depois disso aparece mensagem dele no meu Whatsapp, mensagem privada mesmo, dele me mandando parar de fazer drama no grupo, sendo que era ele quem estava lá me apresentando como uma louca e ele como o santo que não fez nada de errado, mentiroso do krl. Perguntei como que ele tinha conseguido meu número e ele disse que tinha pegado o número sabe com quem? Com aquela melhor amiga lésbica dele (vou chamar de Karen, que se dizia minha amiga também e eu tinha desabafado com ela dias antes disso e ela parecia me apoiar e não a ele que tinha literalmente ME TRAÍDO), nessa hora fiquei puta com os dois, com ele por ter mentido muito sobre mim e com ela por ter dado o meu número pessoal pra uma pessoa que eu claramente não queria que tivesse o meu número sem nem me perguntar antes. Quando ele me reconheceu e mandou mensagem no privado, eu disse pra ele pra parar de ser infantil, que essa atitude dele não se fazia ainda mais com uma pessoa que tinha perdido 2 anos da vida dela por causa dele e que ele sabia muito bem que tinha depressão e que poderia muito bem se matar depois de um absurdo desses que ele tinha feito simplesmente pra parecer o "bonzão", falei que fui muito trouxa de ter acreditado que um dia ele gostou de mim, falei que ele era um fingido desgraçado e que não merecia nem um único segundo que eu gastei com ele e nem um único centavo que eu tinha gastado com presentes pra ele, falei que esperava algo mais decente vindo dele e que depois de não ter nem tido a iniciativa de me pedir em namoro por si próprio (ele me pediu em namoro pq uma amiga aconselhou ele a fazer isso), esperava que pelo menos no término ele agisse como homem e não como uma criança que só queria atenção. Falei que ele não merecia a mulher que eu tinha sido pra ele, e que como ele era um mentiroso crianção de MERDA e não respeitava nada doq eu fui pra ele, na verdade ele não merecia mulher nenhuma. Bloqueei ele depois de ele pedir desculpas da forma mais genérica possível e disse que antes de fuder o psicológico de outra garota, ele precisava primeiro crescer e tentar ser uma pessoa melhor. Fui conversar com essa amiga dele que deu meu número pra ele e ela confirmou que fez, mas ficou se fazendo de vítima e depois me bloqueou também, acho que tinha me livrado de uma boa, pq se ela tinha me metido a facada nas costas uma vez, ela poderia fazer de novo futuramente. Não acho que ela tenha se arrependido, mas enfim, foi isso que aconteceu. Depois de um tempo me arrependi um pouco de ter fingido ser outra pessoa pra fazer essas coisas com ele, mas não sei julgar se foi injusto, por isso deixo o julgamento com vocês. Eu fui babaca ou não fui?
PS: Na época eu tirei prints das conversas no Whatsapp, mas eu troquei de celular e não consegui salvar as fotos, e tbm não achei elas no meu Google Fotos pra confirmar, mas vou continuar procurando. Se eu achar tento colocar aqui no post ok? Beijos lindos menorquetreiss
submitted by Oshi_neah to TurmaFeira [link] [comments]


2020.06.11 14:40 InezinhaDirectioner O dia que a minha amiga chamou o menino estranho de Macaco na frente dele (parte. 2 das histórias desse menino)

Oioii Gente (sem paciência pra escrever os nomes dos papelões, gatas e etc)
Essa é a parte 2 da história do menino estranho. Se quiserem leiam a primeira parte, mas mesmo ssim vou fazer um resumozinho: Ele é um menino considerado popular, que do nada me pediu em namoro na frente de muita gente. Eu disse que não mas ele não aceitou o reject. Ele tentou fazer coisas tipo me beijar, me abraçar, etc. Um dia a gente "acabou", mas obviamente ele não me deixou sossegada. Eu dei a esse menino a alcunha de Macaco porque ele parecia muito um macaco dois anos atrás, agora ele tá minimamente mais decente, mas continua chato.
Desta vez vai ser mesmo só uma história simples por isso vai ser curtinho comparado à primeira história Okok chega de mimimi História começando em 3...2...1... Começa!
Então, ano passado, lá tava eu de boas.. Eu ainda pensava que o menino e os amiguinhos dele eram macacos, e como eu não tenho limites eu pesquisei no google como se proteger de um ataque de macacos (sério, alguém me mata, eu sou muito estúpida ;-;)
Eu pesquisei e tal, tirei print dos passos e no dia a seguir eu mostrei pras algumas das minhas amigas pra verem o QUÃO ENGRAÇADA eu sou. Elas riram e tal... O dia decorreu normalmente, não aconteceu nada de especial...
Depois das aulas eu tava no intervalo com outras 2 amigas (elas ainda não sabiam daquilo que eu fiz) e mostrei. Elas acharam engraçado e tal, e logo mudámos de assunto..
Começámos a passear e depois fomos pr'o corredor dos WC's (a gente amava esse corredor, tudo era razão pra ir pr'o corredor dos WC's)
Daí o menino foi pr'o banheiro com um amigo dele. Daí tudo bem, ele faz o que quiser lá.
A gente tava de boas e quando eles saíram DO NADA a minha amiga disse alto: EU TOU A VER UM MACACO!!
Eles obviamente ouviram e foram imediatamente falar connosco
Menino: pra amiga 'TAS-ME A CHAMAR DE MACACO??? Amigo dele: 'TAS??? Menino: ainda pra essa amiga CHAMASTE-ME DE MACACO??!!
Eu e a outra amiga nesse momento só távamos a ter um ataque de riso. (a cara dele de puto era o melhor)
Menino: pra mim CHAMASTE-ME DE MACACO???!!! Eu: Eu não disse nada, mano!!! continuo a rir
Ele ficou calado durante um pouco, me encarando, e depois foi-se embora.
E era isso Essa história não parece tão boa pq vocês não viveram isso
Mas pronto
Pra quem quiser que eu fale com ele: eu não consigo porque eu não tenho o número dele, não tenho user dele em nenhuma rede social.. Até já o procurei no insta, mas não encontrei nada. Talvez ele me encontre de surpresa, quem sabe (por favor não)
Espero que gostem, obg por lerem Tenham um bom dia, bjs e saúde 😗✌️
-ℐꪀꫀ̂ʑ꩝᭫ꪀꫝᥲ
submitted by InezinhaDirectioner to TurmaFeira [link] [comments]


2020.06.07 13:36 CapuccinoRosa O destino de [email protected]

Ola, lubisco e pessoal do subreddit, não estou muito bem para contar essa historia , então não vou fazer uma apresentação decente, tudo começou no ano de 2012, quando conheci um garoto q gostava das mesmas coisas q eu , vamos chama-lo de P, o tempo foi passando e a gente foi se conhecendo melhor , P tinha uma reputação de q pegava todas mas eu não acreditava nisso, um dia fizemos uma rodinha de amigos e eu e o P ficamos , logo em seguida fui pedida em namoro, eu aceitei e ficamos 3 meses de namorando , ate q um amigo nosso amigo chamado Frashavson me contou q ele tinha me traido e ate mostrou video pra me provar, logo em seguida terminei com ele, passou-se 7 anos depois desse ocorrido, eu já tinha mudado muito minha personalidade, entrei em uma banda municipal, tipo essas de escola americana, e lá estava ele, o bendito P, fizemos uma troca de olhares, pra ele tinha química, já pra mim, não queria sentir nada , acabou a aula na banda e ele veio conversar comigo, trocamos ideias como antigamente e ele resolveu me acompanhar ate em casa, fez isso por uma semana ate q um dia ele me colocou contra a parede e começou a me beijar, eu retribui, afinal eu já tinha ficado apaixonada de novo, nós fizemos isso por 3 dias ate q eu descobri q ele fazia a mesma coisa com 3 amigas minhas, aquilo foi a gota d'agua pra mim, desabafei com minhas amigas pois em um desses 3 dias que ele me acompanhou quase fizemos o chuplecochupliconorachufla, e minhas amigas me disseram q ele tbm fez a mesma coisa com elas , ate q resolvemos cortar ele das nossas vidas, tipo um voto de silencio e ele mandava mensagem pras nós 4 dizendo q não sentia a mesma coisa pelas outras e q nos eramos especiais, passou um tempo e 2 amigas minhas, vamos chamalas de E e T, o perdoou e voltou a conversar com ele normalmente, mas a E arrumou namorado, já a T foi acediada por ele pois ela abaixou a guarda de mais perto dele, ela veio abalada me contar ate q a minha terceira amiga, chamaremos de G , foi tirar satisfação com ele e logo em seguida fui contar para o nosso tutor da banda, mas nao foi bem a reação q eu esperava , meu tutor disse para eu parar de ficar fazendo rolo, pq eu estava fazendo aquilo apenas pq o P era meu ex e eu estava com ciumes, só calsava problemas na banda por ser sincera de mais, se eu não parasse de destruir a vida dele eu seria expulsa, tutor resolveu me expor para a turma,contando a versão dele, o P saiu da banda e todos ficaram contra mim , dizendo a mesma coisa q o tutor dizia, dias depois a E me mostrou prints de q ele a parabenizou pelo namoro e q se um dia ela terminar ele taria disponivel pra ela. Estamos em 2020 e adivinha? Ele mandou mensagem pra mim dizendo q não conseguia me esquecer q tudo sera diferente se tentarmos e q ele mudou muito como pessoa , não sei oq fazer, eu sou o tipo de pessoa q perdoa fácil e q não vejo maldade nas pessoas, gostaria muito de conselhos e tbm do julgamento final, eu fui babaca por ter contado pro meu tutor ?
P. S: perdão por não ter prints
View Poll
submitted by CapuccinoRosa to TurmaFeira [link] [comments]


2020.05.21 07:57 Random_Name_7 Devo ir embora para o Canadá?

Antes de tudo queria dizer que isso é bem longo e metade desabafo, e eu não escrevo super bem. Caso decida ler, obrigado! Se não, tudo bem também, valeu por ler até aqui!
Primeiro, eu queria falar que eu amo o Brasil. É meu país, minha casa. Eu amo a cultura, a natureza, o clima, a língua. Porém... Bom, vocês todos estão a par da situação atual, e é muito frustrante estar em um meio que sinto que meus esforços são inúteis, e sou totalmente incapaz de mudar a situação. É muito frustrante ter que arriscar minha perspectiva de ascenção social, meus sonhos de ter uma casa, filhos, me casar, ter um bom emprego... Por viver em um país preso em um ciclo de crises e má administração.
Uma questão que me preocupa muito atualmente é a completa falta de preparação para a crise que vem aí. Ninguém nem fala dela, enquanto isso outros governos não só diminuem os impactos sociais do vírus mas já tem um plano traçado para como lidar com a "aftermath". Um dos grupos que mais vai sofrer com isso é a geração que vai tentar entrar no mercado e na vida adulta agora, a minha geração.
Eu penso em ir morar no Canadá.
Algumas coisas que considero:
Positivos:
.Estudo engenharia de produção na ufmg, tenho 1 artigo publicado atualmente e objetivo ser professor, portanto quero fazer tanto mestrado quanto doutorado. Meu pai, professor na UFMG, me guia muito. Essa profissão de "industrial engineering" é particularmente procurada lá fora, juntamente com professores da área, também é uma área com conhecimento universal, aprendemos a mesma coisa aqui e em outro país, diferente de arquitetura ou direito por ex. Isso implica em uma perspectiva de trabalho decente lá fora, ainda mais se decidir fazer mestrado/doutorado no país que quiser morar.
.A perspectiva de crescimento do Canadá é infinitamente maior que a do Brasil, a qualidade de vida em praticamente todos os aspectos também é. Não me dá vontade de chorar ao ler sobre a política de lá.
. O Canadá é um país cheio de imigrantes e com uma incidência menor de xenofobia que praticamente qualquer outro lugar do mundo. Isso importa particularmente pra mim que sou negro e tenho muito orgulho disso.
.Praticamente todo mundo que foi me diz que vale a pena.
Negativos:
.Eu namoro a 3 anos, ambos temos 21 atualmente, e eu afirmo que amo essa mulher. Sim, somos jovens,porém eu não tenho dúvidas do que quero pra minha vida, quero estar junto dela e ter uma família com ela. Conversei sobre isso, e ela iria junto, com medo e relutante, porém iria. Ela é muito ligada a amigos que tem aqui, a família dela... E com certeza fariam uma falta enorme, além do fato de que as pessoas no Canadá são menos amigáveis, talvez não encontrasse amigos aqui rapidamente. Além disso, ela faz dois cursos: arquitetura e design, tendo arq como principal. Como disse antes no texto, arquitetura é diferente lá e talvez ela tivesse que voltar a estudar após se formar, algo que ela realmente não quer, pra poder praticar a profissão. Eu tenho medo de machucar ela com isso tudo. Eu não iria sem ela. Prefiro ficar aqui com ela que ir sem.
.Li várias histórias de pessoas muito qualificadas que foram pra lá e não conseguiram emprego. Eu estaria trocando minha vida muito bem estruturada aqui para ir pra lá e tomar esse risco enorme, algo bem apavorante.
.O clima do Brasil é um sonho, o de lá definitivamente não é, isso me afeta bastante, juntamente com minha namorada.
. Invariavelmente da falta de xenofobia, eu sei, por experiência de visitar outros países e de diversos relatos de quem mora lá fora, que você sempre é um estrangeiro. Você sempre se sente visitando a casa de alguém... Não parece ser uma boa sensação.
. Todo processo para conseguir imigrar é complicado, porém eu acredito que eu e minha namorada não teríamos muitos problemas com isso. Não deixa de ser complicado e tenso.
É isso eu acho, eu só gostaria de pedir a opinião de vocês sobre o que fariam no meu lugar, o que pensam sobre, outros pontos negativos/positivos que vêem. Desculpe o texto longo, eu não escrevo bem e definitivamente não sei escrever de forma concisa.
submitted by Random_Name_7 to brasil [link] [comments]


2019.12.24 00:46 resep1 sugestões de mouse?

Boa noite, galera. Estou pensando finalmente investir em um mouse decente. Nunca comprei um mouse de marca boa, sempre comprei esses baratos de R$60,00 a R$100,00 que já me satisfazia, mas como ultimamente ando exigindo muito desse periférico devido aos jogos e usos mais específicos, não tem durado mais de poucos meses. Alguém tem sugestões ou boas experiências com mouses resistentes a excessivos números de cliques? Não tenho restrições quanto a marcas, tenho uma leve preferência pra mouses que combinem com a pegada fingertip, namoro alguns modelos da logitech, mas quero apenas que seja um fucking resistente mouse. Não sei se a faixa de preço está boa, mas pretendo gastar até uns R$250,00.
submitted by resep1 to gamesEcultura [link] [comments]


2019.07.09 12:18 lipherus Íbis — Capítulo I

Bom dia, é a primeira vez que escrevo em primeira pessoa e gostaria de opiniões. =)
“A voz dos deuses e escolhida de Thot. No começo, era apenas uma Oráculo. Depois, uma bruxa queimada na fogueira do deus pagão. Espírito vagante sem salvação. E agora, protegida pelo crepúsculo Retorna aos braços d’Aquele que sempre a amou. Sob as asas d’Ele, ela se abrigou. E descansou.”
O pequeno e singelo poema cortou o silêncio do salão. Eu estava trêmula e ofegante, pois estava atrapalhando a palestra do meu professor e a grande oportunidade de sua carreira. Os estudiosos olhavam para Heru e depois para mim, à espera de alguma cena dramática que não aconteceu. Ele apenas desceu do palanque e me alcançou, sorrindo e igualmente trêmulo ao tomar o papel de minhas mãos. Murmurou agradecimentos e disse estar surpreso com a tradução, porque aquelas palavras deixavam explícitas que os antigos egípcios eram capazes de prever o futuro. Prometeu uma conversa sobre o papiro depois e pediu que eu me retirasse, mas não sem antes me agradecer de novo. Ao fechar a porta, explodo em lágrimas emocionadas e cansadas. Traduzir o poema foi um trabalho árduo de quase quatro anos, para no final descobrir que Thot havia se apaixonado por uma mortal e enterrou seu corpo em uma tumba sem glamour. Ele queria que sua amada permanecesse anônima, mas que ainda soubessem a quem pertencia. Ela não tinha um nome e sequer corpo, todavia sua existência estava cravada nas paredes de pedra do sarcófago. Levanto-me orgulhosa e volto para o laboratório, à procura de mais pistas sobre os amantes. Havia algo que ainda não tinha visto nas marcas e, mexendo em alguns pertences, um pingente em forma de meia lua cai no chão. Não sou perita em metais preciosos, mas sei que seguro algumas boas gramas de ouro puro. Procuro por escritos no verso da peça, e nada encontro, salvo os hieróglifos que remetiam a Osíris e Thot. Um presente para o deus do submundo? Depois de catalogar o colar, volto minha atenção aos textos até sentir dor de cabeça e sentar na cadeira. — Nailah, o professor Heru te chama no salão de convenção. Engulo em seco e vou até ele, esperando uma bronca por ter interrompido a palestra. Porém, ao entrar, fui recebida por salvas de palmas fervorosas. Ele me abraça e pede que explique aos demais sobre a descoberta, já que o mérito da tradução é todo meu. Sinto um misto de vergonha e emoção, porque Heru não tomou os créditos para si e deixou que eu, uma mera assistente, falasse aos melhores profissionais do mundo por horas a fio. Ele ficou ao meu lado para explicar alguns termos que não conheço, simplificar perguntas e traduzir algum outro idioma que não entendo. Ao terminar, pude respirar. Estou tão cansada que é difícil manter os olhos abertos e pensar, mas eu ainda preciso falar com ele. Despeço dos outros por alguns minutos e Heru me abraça de novo, sugerindo um jantar antes de irmos para casa e dormir. Aceito e nós fechamos o laboratório depois de pegar algumas coisas. "Sob as asas d’Ele, ela se abrigou.” É engraçado como essa frase ecoa na minha cabeça quando estou andando lado a lado com Heru. Eu o conheço há quase dez anos e nunca deixei de me sentir protegida e iluminada por sua presença. Ele é alto e imponente, com a pele tão preta que é quase avermelhada, e olhos espertos e pretos. Mas, basicamente, Heru Monterrey é um cachorro grande e bonachão que ladra e não morde. É muito fácil deixá-lo magoado e à beira de lágrimas, se quer saber. E eu amo ver esse lado sensível e frágil do meu professor, pois o torna humano e acessível. Ninguém imagina que um pesquisador de renome como ele é coração mole. — Eu encontrei isso. — entrego o colar em suas mãos. — Estava perdido no meio dos papéis. Parece que é uma oferenda a Osíris e Thot. — Ou uma oferenda de Thot para Osíris? Coço a cabeça e suspiro. — Não tinha pensado nisso. — confesso. — Nailah, você está esgotada e eu acho que deva tirar umas férias. — ele toca no meu rosto. — Eu estou pensando em dar um tempo também, podemos viajar juntos. — Quem convida é quem paga, viu? — empurro ele com meu ombro e sorrio. — Seria uma bênção poder dormir até tarde. — Pode ficar com a lua. Pego o colar e olho pra ele, chocada. Sabe-se lá de quando é a oferenda e Heru estava entregando casualmente pra mim, como um pingente comprado numa loja qualquer. Abro a boca inúmeras vezes, mas nenhuma palavra decente sai dela e só me limito a levantar as tranças pra facilitar o trabalho dele. Heru me julga por um tempo, ajeita e mexe no colar até deixá-lo bem em cima do meu coração e ficar satisfeito. — Tem certeza? — murmuro. — Isso é da sacerdotisa e não quero que Thot venha me assombrar. — Se Ele deu pra amada d’Ele, acho que não ficará bravo se eu der pra minha, não acha? Abaixo os olhos, subitamente tímida. Nós sempre brincamos com nossos colegas, que consideravam-nos namorados, mas ele nunca falou tão sério quanto aquele momento. Mordo meus lábios e seguro sua mão, sem dar resposta, mas deixando claro que se aquele é o sentimento dele, então é recíproco. Às vezes palavras não ditas fazem mais efeito do que aquelas expressadas aos quatro ventos. — Comida japonesa? — Heru pergunta para quebrar o gelo. — Depois umas doses de anti-histamínico pra não morrer de alergia? — Combinado. Saber que ele é apaixonado por mim tanto quanto sou por ele fez um bem danado pra minha auto-estima. Se antes e em algum momento da minha vida achei que não era bonita ou capaz, estava completamente enganada. Ouvir dos lábios dele que minha inteligência e devoção foram fatores cruciais para que ele se interessasse, tornou-me tão inchada quanto um balão. Depois, Heru começou a enumerar minhas qualidades físicas e só parou quando eu estava com a cara quente e prestes a surtar. Eu sou brasileira e me orgulho disso. Meu país tem os problemas dele, assim como os Estados Unidos também têm, mas nunca pensei que estudar na Unesp ia me levar até onde estou. Lembrei das noites acordada estudando infindáveis textos, das vezes que quis desistir e da minha felicidade por ter sido aprovada na faculdade que ele dá aula. E passei a amar meu corpo em forma de pera, os cabelos trançados e coloridos e, acima de tudo, a cor da minha pele. Antes tinha um grande tabu comigo mesma, por ser preta e ter uma posição de destaque, mas conforme fui aprendendo na faculdade e com a vida, percebi que estar ali é um mérito do meu esforço triplicado. No final da noite, eu e Heru transamos e dormimos juntos. Foi o momento em que eu o vi mais vulnerável, conheci cada cicatriz de seu corpo, os problemas que tinha, as marcas... Tudo. Ele se entregou completamente e assim também fiz, mostrando-lhe as feridas que tenho da época em que me afundei em depressão e cortei meus braços e pernas. — Bom dia. — ouço seu preguiçoso resmungo enquanto ele aperta minha barriga. — Agora posso morrer em paz. — Quer parar com isso? — começo a rir e abro meus olhos. — Bom dia. — Eu sempre quis apertar sua, como é que você chama? Pança. — seu português falho é particularmente adorável. — Eu amo essas dobras, sabia? — Heru! Para, sua mão tá gelada! — Tá bom, tá bom. Permissão pro abraço? — Concedida, senhor Monterrey. Enquanto ele toma banho, vou preparando o café da manhã. É inconsciente, mas eu checo minha barriga e conto as dobrinhas, três no total, pensando em como Heru pode achar aquilo interessante. Ouço seus passos ecoando pelo corredor e me viro para olhá-lo, namorando a cena do homem enrolado na toalha e molhado ainda. Ele se aproxima e ajeita a lua, jogando as tranças sobre meus peitos para tapá-los e evitar que eu pegue mais friagem. Seguro sua mão em meu rosto e fecho os olhos, sorrindo como a trouxa que sou. — Vai querer viajar? — Onde pretende ir? — roubo um selinho dele antes de servir a mesa. — Não vai entregar o artigo científico sobre a tradução? — Não está escrito em lugar algum que sou obrigado a trabalhar durante minhas férias. — ele dispara. — Pensei em alguma praia, sei lá. — Negão desaforado. — acerto a colher de pau na cabeça dele. — Praia é muito clichê e eu não sou muito fã do frio. — Patroa difícil de agradar, viu? Sento ao seu lado e começo a rir. Ele está tão à vontade que até parecemos casados há eras, e eu só sinto que vou desmanchar de felicidade. Nós conversamos um pouco mais sobre a tradução e Heru corrige o inglês, reclamando do quanto sou ruim para escrever. Tal afirmação me ofendeu um pouco, já que escrevo fanfics durante minhas folgas e nem formado nisso ele é. Começo a julgá-lo em silêncio e ele percebeu que tinha me magoado, em seguida pediu desculpas atrapalhadas e disse que ama minha escrita. — Como você imagina Thot de personalidade, Nailah? — Meio parecido com você, mas muito mais apaixonado pelo trabalho. Ele foi um carinha muito ocupado, até ajudar Osíris no submundo ajudou. — acendo meu baseado e deito no sofá enquanto Heru escreve no computador. — Curou o olho de Hórus quando Seth arrancou, depois ensinou magia para Ísis poder reviver o marido, luta contra Apófis quando Amon-Rá traz o sol... Tudo isso e ele ainda fez o calendário e desenvolveu os hieróglifos. — Você tem uma admiração enorme pelos deuses, hum? — A mitologia egípcia é linda, se me permite dizer. Tudo é tão conectado e diferente ao mesmo tempo... A gente não sabe nem um terço do que eles acreditavam e criavam. — E a sacerdotisa? — Não tenho uma imagem dela. — ofereço o cigarro pra ele. — Mas deve ser alguém de personalidade parecida com a de Thot, porque ela pegou o cara pelo colarinho mesmo. Uma pena que não seu nome em lugar nenhum, ia ser muito interessante conhecê-la melhor para entender como funciona esse lance de deuses e amores mortais. — Você viu isso? Sento no colo dele para ler o artigo de um colega nosso, o qual afirmava que Sekhmet e Anúbis tinha um relacionamento secreto. Para mim e meu conhecimento, a afirmação é errada pois eles eram deuses sem sintonia alguma. Ela é a deusa da guerra, tão furiosa que Rá precisou enganá-la com vinho para acalmar seu frenesi sangrento. Já ele parece ser mais pacato e melancólico, servindo fielmente ao propósito do julgamento da pena e à proteção da mumificação. Parecia impossível imaginá-los juntos. Ao terminar de ler, porém, comecei a ter minhas dúvidas sobre o que conhecia até então. — Será que existe algum documento que prova essa teoria? — Antes de Osíris ser quem é, Anúbis tinha o mesmo papel que ele. — Heru contestou ao soprar a fumaça na minha nuca. — Se Sekhmet matou os homens através de sua ira, é bem provável que tenha o encontrado durante a caminhada. — Mas tem uma teoria que diz que Sekhmet é uma face de Hathor e Bastet... Será? — Em Mênfis, ela foi esposa de Ptah e mãe de Nefertun até Mut e sua Tríade tomar lugar e ela passar a considerada como a própria Mut. Nossas informações são bem escassas e temos várias ideias do que pode ou não ser. Cada região tinha seu próprio mito, quem sabe o Richard esteja certo e apenas olhando para outro lugar que não vemos? Deixamos a discussão pra lá quando pegamos fogo levados pela maconha. Quando paro pra pensar nisso, me sinto um pouco culpada por levá-lo ao mau caminho, apesar dele ser bem mais velho que eu. Mas a erva funciona como uma válvula de escape para nós e não é algo que fazemos sempre, resumindo nossas brisas às escavações e trabalho. Pela primeira vez desde que fazemos isso, é que nos preocupamos em elevar a coisa para um nível mais pessoal e físico. Eu namoro o rosto distraído dele e lembro de tratar os arranhões que deixei em suas costas, ouvindo-o dizer coisas em árabe que não fazia nem questão de traduzir. Heru levanta-se num supetão e vira o meu colar, anotando os hieróglifos em um papel improvisado e resmunga ao voltar a deitar. Já sei que tenta entender a oferenda e pronuncia as palavras em sequências variadas, até fazer sentido. Toco em seu lábio para fazê-lo se calar e me aninho em seu abraço. Só hoje, querido, não falemos em trabalho. Roço meu nariz por seu rosto quadrado e reclamo da barba áspera, mas sinto-me protegida por seus braços e mãos sempre geladas. Heru beija a minha testa e desenha com os dedos na minha bunda, me fazendo rir. Ele se lembra de me agradecer pela tradução de novo e mais outras vezes, reforçando o quão honrado se sentiu por me ter como sua assistente, amiga e agora parceira. Confessa que estava a um passo de desistir do texto e eu, novamente, rogo-lhe que não falemos de trabalho. Mas meu amado professor não está contente e me implora para que façamos um artigo sobre Thot e sua amante ao voltarmos de férias.
submitted by lipherus to EscritoresBrasil [link] [comments]


2017.06.13 03:27 TedBoyMarino League Roundup: Brasileiro Série A, Fixture 6 [Cavalinhos do Fantástico]

Brazil

Brasileiro Série A

Last fixture's roundup
No shortage of football in the Brazilian Serie A, as the teams are playing midweek and weekend for the until the end of the month. No shortage of goals, too, as all but the monday night match had at least two goals.
Also, THE PLUSH HORSES ARE BACK! Last fixture we didn't have them as it was in the midweek (the next one won't have them, too :\ ) but now they're here with all their graciousness.

This is Brasileirão Serie A

Matches, clips from the goals and a short, very non-neutral analysis are all below. Hope you enjoy :)

Fixtures

All times in BRT. BRT is three hours behind GMT.
Sat 10/06/17 16h Allianz Parque
Palmeiras 3 - 1 Fluminense
A. Guerra 10'
18' Henrique Dourado
Keno 41'
Roger Guedes 90'+4
Another game, another Henrique Dourado goal. Quite impressive mark. This still doesn't give his team the win and now Palmeiras can start their comeback to the top (maybe).
Sat 10/06/17 19h São Januário
Vasco da Gama 2 - 1 Sport Recife
Luís Fabiano 63'
Douglas Luiz 90'+1
90'+4 André (PG)
Another game, another penalty against Vasco. But other than that a very decent game by them. "Fabulous" Luis Fabiano scored once again to help their team get an important win.
Sun 11/06/17 11h Nilton Santos
Botafogo 2 - 2 Coritiba
7' Kléber (PG)
Roger 23'
55' Henrique Almeida (PG)
J. Carli 66'
Two penalties by Carli, then a goal scored by him. This game was all about the Argentine centerback. Both teams had other chances so avoid a draw, but didn't capitalize.
Sun 11/06/17 16h Arena Corinthians
Corinthians 3 - 2 São Paulo
Á. Romero 7'
18' Gilberto
Gabriel 41'
Jádson (PG) 63'
84' Wellington Nem
This loss at the Majestoso Derby sends Rogerio Ceni to a bad rating on his job security scale. A player with so much history may unfortunately mark himself as a bad manager and even get "Dunga" vibes on him if his bad record overgrows his history as player.
Sun 11/06/17 16h Barradão
Vitória 2 - 0 Atlético Mineiro
Kieza (PG) 20'
Neilton 65'
Alert sires are on again for the Galo. A team who wants to fight for the title can't be playing this bad for so long. It's not "early league nerves" anymore. On the other side, nice win for Vitoria, as every point is vital for their relegation battle, especially a W against a "title favorite"
Sun 11/06/17 16h Moises Lucarelli
Ponte Preta 3 - 2 Chapecoense
Renato Cajá 16'
Lucca 26'
Naldo 61'
71' Osman
73' Rossi
Ponte almost choked and gave Chapecoense the draw, but they managed to hold on to that win. Chape now has two losses and nine goals against in the last two games. Don't bet on their defense on your fantasy teams right now.
Sun 11/06/17 16h Ressacada
Avaí 1 - 1 Flamengo
Romulo 56'
61' Leandro Damião <-MUST WATCH
LEANDRO DAMIÃO SCORED A PUSKAS CANDIDATE AND I CAN'T BELIEVE IT SERIOUSLY, WATCH THAT GOAL.
But other than that just your favorite-to-the-title-in-a-slump thing, nothing new. Things are bound to change, though, as they announced the signing of former 2x Brasileirão Player of the Year Éverton Ribeiro
Sun 11/06/17 19h Mineirão
Cruzeiro 2 - 0 Atlético Goianiense
R. Ábila 62'
R. Ábila (PG) 80'
Cruzeiro fans came to the game with torches and pitchforks ready to riot and if Mano Menezes still has a job today, he has Alisson and Ábila to thank for that. Alisson subbed in at halftime and changed the game. Ábila kept doing his thing, being the main goalscoring option for Cruzeiro.
Sun 11/06/17 19h Arena da Baixada
Atlético Paranaense 0 - 2 Santos
27' Kayke
36' Kayke
This has been an awful streak for the Furacão, who now see relegation as a real threat. This is the team that has Brazil's NT GK Weverton. It shouldn't be that bad. Also, Santos are now on a massive two win streak on their road to the title (thanks fuckstephencurry)
Mon 12/06/17 20h Arena do Grêmio
Grêmio 1 - 0 Bahia
Bruno Cortez 85'
If you need any more proofs that set-pieces wins you games, you have one here. Sometimes you can only pass through a defense on a well designed corner.

Table

# Team P W D L F A GD Pts Form
1 Corinthians 6 5 1 0 13 5 +8 16 WWWWW
2 Grêmio 6 5 0 1 16 7 +9 15 WLWWW
3 Coritiba 6 4 1 1 9 4 +5 13 LWWWD
4 Chapecoense 6 3 1 2 11 10 +1 10 WWWLL
5 Ponte Preta 6 3 1 2 10 9 +1 10 LDWLW
6 Cruzeiro 6 3 1 2 5 4 +1 10 DWLLW
7 Fluminense 6 3 1 2 11 11 +0 10 WLWDL
8 Bahia 6 3 0 3 11 6 +5 9 LLWWL
9 São Paulo 6 3 0 3 8 5 +3 9 WWLWL
10 Santos 6 3 0 3 6 6 +0 9 WLLWW
11 Vasco da Gama 6 3 0 3 9 15 -6 9 WWLLW
12 Botafogo 6 2 2 2 5 5 +0 8 WWDLD
13 Palmeiras 6 2 1 3 7 5 +2 7 LLDLW
14 Sport Recife 6 2 1 3 8 11 -3 7 DWLWL
15 Flamengo 6 1 4 1 6 5 +1 7 WDDLD
16 Atlético Mineiro 6 1 3 2 5 7 -2 6 LDDWL
17 Avaí 6 1 2 3 2 6 -4 5 LLWLD
18 Vitória 6 1 1 4 3 6 -3 4 LLLLW
19 Atlético Goianiense 6 1 0 5 4 13 -9 3 LLLWL
20 Atlético Paranaense 6 0 2 4 4 13 -9 2 LDLDL
Copa Libertadores Copa Sudamericana Relegation
On our team previews, we predicted Atlético Paranaense to finish the league in 10th. Today they're bottom of the table. To say they're underperforming is fair.
● Also, Santos has three wins, three losses and a goal difference of 0, being the only team in the league like that. Just an observation.

Top Scorers

Player Team Goals
Henrique Dourado Fluminense 7
Lucca Ponte Preta 5
Luís Fabiano Vasco da Gama 5
Corinthians 4
André Sport Recife 4

Extra Stuff

Gremio's Pedro Geromel waited until the last minutes to put on an assist and get the Cartola MVP award for this weekend, with 22.2pts. Chapecoense's Jandrei is our back-to-back worst player, this time scoring -7.2pts. Putting Chapecoense's defense on your fantasy team is definitvely a big no-no until they manage to get themselves together. Here's the list with your best and your worst players.
We now have a Discord server (in Portuguese) for Brazilian and Portuguese football! Click here to join.
Also, subscribe to your team's Subreddit if it has one, and to /Futebol for everything Brazilian football. See y'all next friday.
Club Subreddit
Seleção /Futebol
Atlético Mineiro /Galo
Atlético Paranaense /Furacao
Botafogo /botafogo
Chapecoense /Chapecoense
Corinthians /Corinthians
Cruzeiro /Cruzeiro
Flamengo /Flamengo
Fluminense /nense
Grêmio /gremio
Internacional /internacional
Palmeiras /Palmeiras
Santos /SantosFC
São Paulo /Soberano
Sport Recife /sportrecife
Vasco da Gama /vasco
● data from soccerway.com ● generated by soccerbot
O /Futebol tem um servidor no Discord! Junte-se a nós aqui.
submitted by TedBoyMarino to soccer [link] [comments]


INTRODUÇÃO AO CURSO O Namoro Cristão Namoro a distância com coreano ♥ - YouTube Forró decente Edgar Domingos - Player Também Chora(Letra) - YouTube Melhor pedido de namoro (MEME) 4 Pilares Para Um Relacionamento Duradouro Aprenda a fazer falta. Principalmente para quem sabe onde ...

Arquivos pessoa decente - O Namoro - Entretenimento ...

  1. INTRODUÇÃO AO CURSO O Namoro Cristão
  2. Namoro a distância com coreano ♥ - YouTube
  3. Forró decente
  4. Edgar Domingos - Player Também Chora(Letra) - YouTube
  5. Melhor pedido de namoro (MEME)
  6. 4 Pilares Para Um Relacionamento Duradouro
  7. Aprenda a fazer falta. Principalmente para quem sabe onde ...

Sons Wau! This video is unavailable. Watch Queue Queue. Watch Queue Queue Inscreva-se ai xefia Ajuda nois a ser um canal de MEME descente. Inscreva-se ai xefia Ajuda nois a ser um canal de MEME descente. Skip navigation ... PEDIDO DE NAMORO SURPRESA NA RUA DO GR4U ... 📧Email para Contato/Parcerias: [email protected] Me acompanhe no insta pra ver nossa rotina ↓↓ 📷Meu instagram https://instagram.com/korazil 4 Pilares para você ter um relacionamento estável e saudável. Dicas simples sobre como fazer o namoro dar certo. GUIA DEFINITIVO DA AUTOESTIMA FEMININA htt... De vez em quando o único remédio é sair de cena para o show continuar. Aprender a ser ausência quando tudo já foi dito, cobrado, explicado. Deixar de ser ins... Curso: O Namoro e Casamento Católico - A experiência pessoal cultivada com Deus, com cada pessoa da Trindade e a preparação para o Sacramento do Matrimônio; - A Visão da Igreja sobre a ...